Banner desentupimento novo
Equipamento para desentupimento

Serviços Realizados: 16. Chácara em Juquitiba fossa Séptica

Data:  Agosto/2015.

Local: Juquitiba São Paulo.

Vista de Juquitiba

 

Pedido: Esgotamento de fossa Séptica.

Caso: Fossa Séptica em uma chácara na zona rural de Juquitiba que não era esgotada a 10 anos estava cheia e corria o risco de transbordar afetando o meio ambiente (Mata Atlântica).

 

Ação: Chácara com difícil acesso em estradas de terra com grandes declives. A dificuldade de acesso não foi impedimento para que a equipe da desentupidora PH Serviços, conseguisse chegar ao local no horário combinado com o proprietário e executar o serviço com rapidez e limpeza.

Caminhão limpa fossa VW 10.160 com capacidade de 5 metros cúbicos de sucção e 30 metros de mangueiras.

 O equipamento utilizado enfrentou as dificuldades do local com sucesso, sem atrasos e com qualidade.

 

    Resultado de imagem para juquitiba são paulo  

 

Esgotamento realizado com toda a segurança, sem nenhum vazamento ou derramamento de líquidos, preservando o meio ambiente não causando nenhum impacto à Mata Atlantica. Todo o resíduo foi corretamente destinado à estação de tratamento da Attend em Barueri, seguindo os mais rigorosos protocolos do mercado. 

 

Juquitiba

Juquitiba é um município brasileiro do Estado de São Paulo. Possui a maior área de Mata Atlântica preservada da Região Metropolitana de São Paulo e é rico em recursos hídricos. Sua população é de 28.737 habitantes, distribuída em um área de 521,598 km². O município apresenta grande potencial para o ecoturismo e turismo de aventura.

Resultado de imagem para juquitiba

 

História
Anteriormente conhecida como Capela Nova da Bela Vista do Juquiá, foi fundada por Manoel Jesuíno Godinho e sua esposa, ao doar dois alqueires para a construção de uma capela em homenagem à Nossa Senhora das Dores (padroeira e protetora de Juquitiba). Nesta área doada à Igreja, foi incentivada, através de doação de madeiras da região, a construção de casas que formaram o primeiro agrupamento populacional (1920). Em 1903, o engenheiro Henrique Boccolini projetou uma ferrovia que deveria ligar São Paulo à Santo Antonio do Juquiá, passando seu traçado por esta localidade, na época conhecida por Capela Nova, fundando a Empresa de Colonização Sul-Paulista, sediando aqui os trabalhos técnicos da referida empresa . Na década de 1950, foi realizado um traçado nesta região que seria utilizado para a construção de uma ferrovia que ligaria São Paulo a Curitiba, pelo engenheiro Álvaro Boccolini.
Esse engenheiro, maravilhado com o potencial hídrico da região e por sua beleza, conseguiu o registro de uma área, próxima ao centro populacional existente, do governo estadual e construiu ali uma residência (que existe até os dias de hoje . Com os rumos tomados pelo governo brasileiro de Juscelino Kubitschek, tomando o rumo automobilístico ao invés do ferroviário, o traçado originário da ferrovia foi utilizado para a construção de uma rodovia, primeiramente denominada BR-2, logo em seguida (1970) denominada BR-116, com o nome nessa região e até o Paraná de Rodovia Federal Régis Bittencourt. Entrementes, Juquitiba havia se tornado município em 1964, quando se emancipou de Itapecerica da Serra. Atualmente, Juquitiba é um intenso polo turístico ecológico e de aventura do estado de São Paulo.

Geografia
Seus limites são: Ibiúna a oeste e norte, São Lourenço da Serra e Embu-Guaçu a nordeste, São Paulo a leste, Itanhaém a sudeste, Pedro de Toledo e Miracatu a sul.
Área em km²: 521,598
Posição no Estado de São Paulo: 157º(sudeste)

Demografia

Dados do Censo 2010
População Total: 28 737
Homens: 14 543
Mulheres: 14 194

(Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística)
IDH: 0,754
IDH-M Renda: 0,666
IDH-M Longevidade: 0,750
IDH-M Educação: 0,845

Hidrografia

Juquitiba é uma região rica em nascentes, rios e riachos. O município possui represas e muitas cachoeiras, como a do Engano, do França e do Monjolo, além de diversos rios e riachos com águas cristalinas. A cidade é protegida pela Lei de Mananciais. O município possui:
Rio São Lourenço
Rio Juquiá
Ribeirão das Capivaras
Ribeirão das Laranjeiras
Ribeirão dos Cuiabas
Represa Cachoeira do França

RodoviasPrincipal acesso: BR-116 (Rodovia Régis Bittencourt), estando o portal da cidade localizado no quilômetro 326 da rodovia.

Clima
O clima da região é considerado subtropical. A temperatura média anual gira em torno dos dezoito graus centígrados. O clima tem as quatro estações definidas e chuvas o ano todo, principalmente no verão.

Vegetação
Município dominado por imensos trechos de Mata Atlântica preservada, o que faz o mesmo ter grande valor ambiental. Possui fauna e flora típicas desse bioma, incluindo espécies em risco de extinção. Engloba o Parque Estadual da Serra do Mar e o Parque Estadual de Jurupará, grandes reservas de Mata Atlântica preservada no Brasil.

Relevo
A região é montanhosa, a altitude média é de 685 metros. O ponto mais alto fica no Bairro das Laranjeiras (novecentos metros) e o mais baixo no Bairro do Engano (550 metros).

Turismo
Juquitiba se destaca na prática do ecoturismo e turismo de aventura. A apenas 70 km da capital paulista, oferece contato com grandes áreas de Mata Atlântica conservada. Oferece a prática de diversos esportes de aventura, como o conhecido rafting no Rio Juquiá, por exemplo, além do arvorismo, trekking, tirolesa, caiaque, entre outros. Muitos turistas procuram a cidade também para visitar suas cachoeiras. O município possui pousadas, campings e pesqueiros para lazer e hospedagem.

 

___________________________________________________________________________

Por que limpar a sua fossa ?

Fossas Sépticas

As fossas sépticas (português brasileiro) ou séticas (português europeu)  são unidades de tratamento primário de esgoto doméstico nas quais são feitas a separação e a transformação físico-química da matéria sólida contida no esgoto. É uma maneira simples e barata de disposição dos esgotos indicada, sobretudo, para a zona rural ou residências isoladas. Todavia, o tratamento não é completo como numa estação de tratamento de esgotos.

O esgoto in natura deve ser lançado em um tanque ou em uma fossa para que com o menor fluxo da água, a parte sólida possa se depositar, liberando a parte líquida. Uma vez feito isso bactérias anaeróbias agem sobre a parte sólida do esgoto decompondo-o. Esta decomposição é importante pois torna o esgoto residual com menor quantidade de matéria orgânica pois a fossa remove cerca de 40 % da demanda biológica de oxigênio e o mesmo agora pode ser lançado de volta à natureza, com menor prejuízo à mesma.

Devido a possibilidade da presença de organismos patogênicos, a parte sólida deve ser retirada, através de um caminhão limpa-fossas e transportada para um aterro sanitário nas zonas urbanas e enterrada na zonas rurais.

Numa fossa séptica não ocorre a decomposição aeróbica e somente ocorre a decomposição anaeróbica devido a ausência quase total de oxigênio.

No tratamento primário de esgoto doméstico, sobretudo nas zonas rurais, podem ser utilizadas as fossas sépticas que são unidades nas quais são feitas a separação e transformação da matéria sólida contida no esgoto.

As fossas sépticas são uma estrutura complementar e necessária às moradias, sendo fundamentais no combate a doenças, vermisoses e endemias (como a cólera), pois diminuem o lançamentos dos dejetos humanos diretamente em rios, lagos, nascente ou mesmo na superfície do solo. O seu uso é essencial para a melhoria das condições de higiene das populações rurais e de localidades não servidas por redes de coleta pública de esgotos.

Esse tipo de fossa consiste em um tanque enterrado, que recebe os esgotos (dejetos e água servidas), retém a parte sólida e inicia o processo biológico de purificação da parte líquida (efluente). Mas é preciso que esses efluentes sejam filtrados no solo para completar o processo biológico de purificação e eliminar o risco de contaminação.

As fossas sépticas não devem ficar muito perto das moradias (para evitar mau cheiros) nem muito longe (para evitar tubulações muito longas). A distância recomendada é de cerca de 4 metros.

Elas devem ser construídas do lado do banheiro, para evitar curvas nas canalizações. Também devem ficar num nível mais baixo do terreno e longe de poços, cisternas ou de qualquer outra fonte de captação de água (no mínimo trinta metros de distância), para evitar contaminações, no caso de eventual vazamento.

O tamanho da fossa séptica depende do número de pessoas da moradia. Ela é dimensionada em função de um consumo médio de 200 litros de água por pessoa, por dia. Porém sua capacidade nunca deve ser inferior a mil litros. A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), através das normas NBR 7229 e 13969, estabelece todos os parâmetros que devem ser obedecidos para a construção de fossas sépticas.

 

Resultado de imagem para fossas septicas

 

Biofossas

Biofossas são estruturas que possibilitam o redirecionamento de toda a água vinda das torneiras e chuveiro, bem como todo o esgoto dos vasos sanitários para uma fossa que irá filtrar e decantar as impurezas e levar a água para um sistema contendo plantas (canteiros).

Dessa forma, evita-se a poluição do meio ambiente (rios, lagos e lençol freático) e, possibilita-se o reaproveitamento da água que retorno ao solo, com auxílios das plantas.

 

Para serviços na região de Mata Atlântica chame quem tem experiência e cuidado com o meio ambiente, chame a desentupidora PH Serviços SP.

 

 

Desentupidora em Juquitiba Chácara em Juquitiba esgotamento de fossa Séptica Chácara em Juquitiba Limpeza de fossa
Chácara na Mata Atlântica fossa Séptica Esgotamento de fossa Séptica Chácara em Juquitiba Esgotamento de fossa Séptica na Mata Atlantica Juquitiba
Juquitiba Limpa fossa Limpa fossa Juquitiba Limpeza de fossa em Juquitiba
Mata Atlantica Juquitiba Limpa Fossa
 
 
Peça agora um orçamento
Palavras Mais Buscadas: Limpa Fossa na Zona Sul | ABCD | Água Pluvial | Alphaville | Aluguel de caminhões limpa fossa | Arujá | Barueri | Base Móvel | Biritiba Mirim | Bomba de Poço de Recalque | Caieiras | CAIXA DE GORDURA | Cajamar | Carapicuiba | Centro | Cotia | Desentupidora na Zona Oeste | Desentupidora na Zona Sul | Desentupidora Posto de Gasolina | Desentupimento | Desentupimento de Calhas | DESENTUPIMENTO DE ESGOTO | DESENTUPIMENTO DE RALO | DESENTUPIMENTO DE VASO SANITÁRIO | Desentupimento em São Paulo | Desentupimento em SP | Desentupimento na Zona Leste | Desentupimento na Zona Norte | Desentupimento na Zona Oeste | Desentupimento na Zona Sul | Desentupimento no Centro | Desentupimos | Desentupir | Diadema | Doenças transmitidas pela água | Embu das Artes | Embu-Guaçu | Emergência | Eventos | Febre Amarela | Ferraz de Vasconcelos | Francisco Morato | Franco da Rocha | Granja Vianna | Guarulhos | Histórico de Notícias e Dicas | Itapecerica da Serra | Itapevi | Itaquaquecetuba | Jandira | Juquitiba | Leste | Limpa Fossa Estradas | Limpa Fossa na Grande São Paulo | Limpa Fossa na Zona Leste | Limpa Fossa na Zona Norte | Limpa Fossa na Zona Oeste | Limpa Fossa no Centro | Limpa Fossa Zona Leste | Limpa Fossa Zona Sul | Limpadora de Caixa de Água | Limpa_Fossa | Limpeza de caixa de gordura | Limpeza de Fossa | Limpeza de fossa em Itapecerica da Serra | Limpeza de fossa na Zona Sul | Limpezas | Mairiporã | Mauá | Menor Preço | Mogi das Cruzes | Norte | Obras | Oeste | Osasco | Pirapora do Bom Jesus | Poá | Poço de Inspeção | Poço de Visita | Praia Grande | Ribeirão Pires | Rio Grande da Serra | Salesópolis | Santana do Parnaíba | Santo André | São Bernardo do Campo | São Caetano do Sul | São Lourenço da Serra | São Paulo | Sul | Suzano | Taboão da Serra | Vargem Grande Paulista | Zona Leste | Zona Oeste | Zona Sul 1 | Zona Sul 2